DESAFIO DO EDUCADOR NOS DIAS ATUAIS

0
180

São muitos os desafios do Educador no século XXI, mas com certeza o maior deles é como prender a atenção dos alunos em sala de aula, tarefa que nunca foi fácil, mas atualmente vem se tornando uma missão cada vez mais desafiadora, já que as crianças nascem num mundo dominado pela tecnologia. Há 20, 30 ou 40 anos atrás os alunos eram obrigados a obedecer às regras definidas de cima para baixo com pouca ou nenhuma chance de argumentação ou contestação. Poucos participavam das aulas porque isso não era necessário, bastava o professor falar na frente do quadro que os alunos eram obrigados a ouvir ou fingir que estavam ouvindo. Hoje é comum nas salas de aulas, alunos bocejando, conversas paralelas, olhares perdidos e fones no ouvido, sinais claros de que não estão interessados na aula, estão em um mundo a parte só deles sem nenhuma conexão com o professor. Como despertar ou prender a atenção desses alunos? Maioria deles familiarizados com smartphones, iPad, WhatsApp, conhecem facebook, instagran, assistem vídeos no youtube, e se divertem com inúmeros jogos disponíveis gratuitamente na internet. Como lidar com essa nova geração de aluno, quando a maioria das escolas, principalmente a escola pública brasileira ainda se mantém em sua maioria presa aos sistemas tradicionais de ensino? Hoje, no mundo digital, temos uma geração de crianças e adolescentes mais questionadores que são bombardeados por informações, fazem duas ou três atividades simultâneas. A escola e seus educadores não têm acompanhado com a mesma velocidade a transição para o mundo tecnológico que vivemos hoje. Tornar a tecnologia aliada à educação com certeza é uma das alternativas para prender a atenção do aluno hoje em sala de aula.
Segundo Carlos Wizard Martins, fundador da rede de ensino Wizard: “a educação deveria trazer para as salas de aulas sistemas de ensino que se baseiam nos jogos e nas redes sociais.” Ainda segundo “Wizard:” O que é preciso entender é que a educação, hoje, precisa adquirir um novo formato, no qual a comunicação não seja mais unilateral, e sim uma conversa de mão dupla. O aluno precisa se engajar não somente com o professor, como também com seus colegas de classe. A tecnologia pode e deve facilitar este trabalho, instigando a troca de informações e conhecimento, além de fornecer uma análise mais completa e precisa de cada estudante.”
​No entanto para que a tecnologia seja de fato uma aliada do Educador hoje na sala de aula é preciso vencer a gritante desigualdade social no Brasil, como também combater o escoamento de recursos públicos que impedem mais investimento na educação. Ainda é uma realidade escolas que falta o básico como carteiras e quadro. A maioria de nossas escolas tem uma péssima estrutura física, não tem acesso à internet e os professores são mal remunerados. Parafraseando Nelson Mandela “a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.” Mas para que isso aconteça é necessário que ela esteja em constante evolução, para que chegue de forma igualitária a todos os alunos seja ele rico ou pobre, do campo ou da cidade.

Ana Clarice

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here