Bahia bate o Flu e fica perto de vaga na Copa Sul-Americana

0
145

O que já estava desenhado, agora está matematicamente confirmado: o Bahia vai jogar a Série A em 2019. O tricolor venceu o Fluminense por 2×0, nesta quinta-feira (22), na Fonte Nova, e eliminou qualquer possibilidade de rebaixamento. De quebra, o Esquadrão ficou bem perto de cravar uma vaga na Copa Sul-Americana do próximo ano. Os dois gols do triunfo foram marcados por Zé Rafael e Edigar Junio, ambos no segundo tempo.

Antes do início da partida, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao ex-jogador Tirson, ídolo tricolor na década de 70, que morreu nesta quinta-feira (22). Quando a bola rolou, o Bahia começou o duelo como tem feito quando joga em casa: dominando. Mais organizado, o time do técnico Enderson Moreira conseguia explorar bem as jogadas pelos lados e levava perigo ao gol do Fluminense.

Na primeira presença no ataque, o Fluminense chegou a balançar as redes com Everaldo, mas o auxiliar pegou impedimento do atacante e anulou o tento. A resposta do Bahia veio um minuto depois. Rodolfo não conseguiu segurar a cabeçada de Edigar Junio e a bola sobrou para Ramires. O meia mandou uma bomba à queima roupa, só que o goleiro do Flu se recuperou e operou um milagre na Fonte Nova.

Rodolfo voltou a salvar o Fluminense seis minutos depois. Ramires cobrou escanteio fechado e a bola tinha endereço certo, porém o goleiro chegou antes e afastou o perigo. Antes do fim do primeiro tempo, Enderson precisou fazer a primeira alteração. Élber sofreu um estiramento na coxa esquerda e deu lugar a Clayton.

Bola na rede
O Bahia voltou para o segundo com a mesma postura, procurando as jogadas pelos lados para atacar o Fluminense. De tanto insistir, o Esquadrão chegou ao gol. Aos sete minutos, Gum saiu jogando errado, o ataque do Bahia recuperou a bola e Elton fez o cruzamento para Zé Rafael mandar de cabeça e abrir o placar.

A torcida ainda comemorava quando o Bahia chegou ao segundo. Aos 10 minutos, Paulo Ricardo recuou bola na fogueira para Rodolfo, o goleiro tentou tirar de qualquer jeito, no entanto a bola bateu em Edigar Junio e morreu no fundo das redes.

Com o placar favorável, a torcida do Bahia subiu o tom da cantoria na Fonte Nova e aproveitou até para provocar o rival Vitória, que vive situação delicada no campeonato.  Enderson Moreira, no ritmo da empolgação, colocou Gilberto no lugar de Edigar.

Como o jogo ficou controlado, o tricolor de aço passou a tocar mais bola e pouco era atacado pelo Fluminense. O único susto veio após o passe de Sornoza para Everaldo. O atacante rival mandou uma bomba para o gol e tirou tinta da trave de Douglas.

Depois disso, restou esperar o apito final do árbitro e comemorar com os mais de 16 mil tricolores na Fonte.

O Bahia volta aos gramados no próximo domingo (25), quando encara o América Mineiro, às 18h (horário da Bahia), no estádio Independência, em Belo Horizonte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here