Bahia sai atrás e só arranca empate com o Atlético em Alagoinhas

0
88

Diante de um bom público no Antônio Carneiro, Atlético e Bahia fizeram um início de jogo eletrizante nesta quarta-feira (6). Mas, após os dois gols nos primeiros dez minutos, Tricolor e Carcará não conseguiram alterar o placar e ficaram no empate de 1 a 1, pela 4ª rodada do Campeonato Baiano.

João Neto abriu o placar, de pênalti, aos sete minutos de jogo, para o time de Alagoinhas e se isolou na artilharia da competição com cinco gols marcados. Caíque empatou aos nove minutos.

Com o resultado, o Esquadrão somou só um ponto, foi aos cinco, mas subiu na classificação e assumiu a terceira colocação, à frente de Fluminense e Jequié, que também têm cinco, no saldo de gols. Pelo Estadual, a equipe de Salvador volta a campo domingo (10), contra o Jacobina, na Arena Fonte Nova.

Já o Atlético, que segue sem vencer e ocupa a sétima colocação, com quatro pontos, enfrenta o Fluminense, no sábado (9), em Feira de Santana.

PRIMEIRO-TEMPO

O duelo começou eletrizante. Logo aos sete minutos, os donos da casa abriram o placar.

Gabriel Esteves deu um drible em Ignácio na área, foi derrubado e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, João Neto deslocou Fernando para marcar.

Mas, o Bahia não demorou a chegar ao empate. Dois minutos depois, Iago cruzou bola na área e Caíque desviou de cabeça nas redes de Rodrigo.

O tricolor só foi assustar novamente aos 37 minutos. Felipinho arriscou chute de longe e tirou tinta da trave.

A tentativa de resposta do Carcará veio aos 45. Túlio chutou da entrada da área e exigiu bela defesa de Fernando.

Já aos 49, o Esquadrão ainda teve mais uma chance. Clayton cobrou falta no canto e Rodrigo também fez uma bela defesa para evitar.

SEGUNDO-TEMPO

A primeira boa chance do segundo tempo foi do Atlético. AO dez minutos, João Neto recebeu passe na área, virou e chutou no canto. Fernando fez boa defesa.

Um minuto depois, após cobrança de escanteio, Peixoto desviou de cabeça e acertou a trave.

A resposta do Bahia veio aos 16 minutos. Clayton cruzou bola da linha de fundo, Caíque desviou na pequena área e balançou as redes. Porém, o árbitro anulou erradamente o gol. Emerson Ricardo marcou saída de bola, que não aconteceu, no cruzamento de Clayton.

Já aos 24 minutos, o Carcará sofreu uma baixa. Rafael Granja deslocou o ombro e não teve condições de continuar em campo. Como Arnaldo Lira já tinha feito as três substituições, o time de Alagoinhas ficou com um homem a menos.

Mas, o Bahia, apesar de ter pressionado nos minutos finais, não conseguiu virar a partida.

ATLÉTICO 1 X 1 BAHIA
CAMPEONATO BAIANO (4ª RODADA)

Local: Estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas (BA)
Data e Horário: 6 de fevereiro de 2019, às 21h15
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (CBF/Salvador). Auxiliares: José Carlos Oliveira dos Santos (CBF/Salvador) e José dos Santos Amador (CBF/Salvador)
Cartões amarelos: Azevedo, Guto, Leandro Sobral (ATL); Caíque, Clayton, Rodrigo Alves (BAH)
Gols: João Neto (ATL); Caíque (BAH)

ATLÉTICO
Rodrigo Dias; Edcarlos (Allyson), Iran, Túlio e Vicente (Raldinei); Guto, Leandro Sobral, Azevedo (Rafael Granja) e Gabriel Esteves; João Neto e Peixoto. Técnico: Arnaldo Lira.

BAHIA
Fernando; Matheus Silva, Ignácio, Everson (Ueslei) e Mayk (Jaques); Fernando Medeiros, Caio Mello e Felipinho (Rodrigo Alves); Clayton, Iago e Caíque. Técnico: Cláudio Prates.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here