Brasil: Secretário de Saúde da Bahia Fábio Vilas-Boas afirma que atenção básica está à beira do colapso. Confira!

0
54

No fim do ano passado, 8.517 médicos cubanos deixaram o programa Mais Médicos no Brasil. Apesar do anúncio do Governo Federal de que médicos brasileiros haviam preenchidos as vagas, a recente deserção já estava anunciada, deixando a Atenção Básica à beira do colapso. A análise do secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, foi publicada na edição desta quarta-feira (17), no jornal A Tarde.

De acordo com o secretário, “a verdade é que todos os estudos de fixação profissional já corroboravam essa dinâmica de abandono, inclusive o recente estudo do Conselho Federal de Medicina, Demografia Médica do Brasil – 2018, onde 80% dos médicos recém-formados (perfil do grupo desertor) desejavam ingressar em algum programa de residência médica e apenas 5% queriam ir para programas vinculados à Atenção Básica”, afirma.

Vilas-Boas ainda pontua que “é comum que boa parte dos médicos queira atuar em centros especializados e grandes hospitais, até porque o curso de Medicina ainda é muito elitista. A prática confirmou o que já vinha sendo observado há cinco anos, uma elevada adesão inicial de médicos brasileiros na reta final da faculdade, cujos planos de curto prazo eram outros: cursar residência ou se especializar”, ressalta.

O titular da pasta estadual da Saúde ainda alerta que “o reflexo da desestruturação por que passam os municípios já pode ser sentido nos números da central de regulação: aumento de 40% na demanda por internações hospitalares ao longo dos últimos três meses”, diz.

O artigo está disponível na íntegra neste link: https://bit.ly/2UjHoLv

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here