MULHERES: EMPODERADAS PROTEGEMOS UMAS AS OUTRAS

0
159

 

Muito se tem falado sobre o empoderamento feminino na atualidade. Mas o que é empoderamento? A palavra empoderamento é uma tradução do termo em inglês “empowerment” que na década de 70 começou a ser usado pelos grupos de mulheres e significa o processo pelo qual as mulheres ganham poder interior para expressar e defender seus direitos. O empoderamento feminino, basicamente, se refere a dar poder para outras mulheres e cada mulher assumir seu poder individual. Com isso, há crescimento e fortalecimento do papel de todas na sociedade. Nas últimas décadas, as pesquisas apontam que a exclusão social e a pobreza absoluta têm aumentado no Brasil e na América Latina e o predomínio de mulheres entre os pobres é consequência do desigual acesso das mulheres às oportunidades econômicas e sociais. Entre os “Objetivos do Milênio da ONU”, consta o objetivo Nº 3 que é: “promover a igualdade entre os gêneros e dar mais poder às mulheres”. Da mesma forma, o Fórum Econômico Mundial, comprometido com a melhoria das condições do mundo, elaborou o documento “Empoderamento das Mulheres – Avaliação das Disparidades Globais de Gênero”, definindo cinco dimensões importantes para o empoderamento e oportunidade das mulheres: participação econômica; oportunidade econômica; empoderamento político; conquistas educacionais; saúde e bem-estar.
​Culturalmente a mulher é vista como um ser menor na sociedade desde a Grécia Antiga quando a razão era sintetizada por Apolo, Deus da razão, e a mulher era vista como o oposto da verdade e do conhecimento, sendo por isso uma alma inferior, motivo pelo qual as mulheres gregas eram despossuídas de direitos políticos e jurídicos. Além disso, a cultura do patriarcado se instaurou na sociedade, reforçando esses paradigmas. O patriarcado pode ser considerado o alicerce da sociedade contemporânea, é uma autoridade imposta ao homem institucionalmente, que os colocam acima das mulheres em âmbito domiciliar e em todas as outras organizações sociais. Assim empoderar é liberdade, uma liberdade que o patriarcado não quer. Empoderar é igualdade e a mulher ainda não é vista como igual na sociedade. O patriarcado quer que tratemos umas as outras com discórdia, com olhares de repúdio e de desconfiança. O empoderamento está aí para nos ajudar a ver que mulheres são relevantes, que elas importam, que não estão sozinhas e que tudo que sentem e fazem é relevante. Que somos imparáveis tanto individualmente quanto juntas. Mulheres são a maioria da população e responsáveis pela manutenção de quase 30 milhões dos lares brasileiros. Um bom número de nós mulheres tem feito a diferença nas empresas, no governo e nas organizações do Terceiro Setor. E há tantas outras mulheres que, anonimamente, protagonizam mudanças e constroem uma nova realidade nas suas famílias, nas comunidades onde moram, nos empreendimentos em que trabalham. Podemos ampliar esse protagonismo no exercício da cidadania. Empoderar é um ato diário, não precisa encabeçar algum ministério para ajudar outra mulher, podemos começar compreendendo que mulheres não são substituíveis e que nenhuma nasceu para ser inimiga da outra. Uma vez que se compreende isso, compreende-se também que lugar de mulher é onde ela quiser.

Por Ana Clarice – Diretora do CESJ ( colégio estadual São José)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here