‘Há euforia da casa nova, mas o jogo será complicado’, diz Baraka

0
28

 

Baraka é o capitão do Vitória (Letícia Martins/EC Vitória)

 

Vitória estreará como mandante na Fonte Nova sábado (14), contra o Guarani

 

Os torcedores e a equipe do Vitória estão animados: o time não só está invicto há sete rodadas – cumprindo a missão de se afastar da zona de rebaixamento da Série B – como estreará, sábado (14), o mando de campo na Arena Fonte Nova. O jogo, às 16h30, é contra o Guarani, clube que está em uma fase bem diferente.

O time paulista está em crise. É lanterna da competição e, nesta semana, viu o presidente Palmeron Mendes Filho se afastar e o diretor de futebol Estevam Soares ser demitido apenas 16 dias após assumir o cargo.

Apesar da situação complicada do adversário, o capitão do Leão, Baraka, não acredita em facilidade. “A gente sabe da euforia de uma casa nova, mas vai ser um jogo complicado. É um time que tem peças boas, o conjunto está se construindo. A gente tem que tomar cuidado, não pode ir na euforia de fora. Temos que estar conscientes de fazer um bom jogo, competitivo. E estarmos cientes de que pode acontecer alguma coisa de errado – e sabermos trabalhar em cima disso”, afirmou.

Baraka salienta que a presença dos rubro-negros na Fonte Nova é importante. “A gente espera que o torcedor compre essa ideia, que assimile que é muito importante para a gente nesse momento. Não tem por onde correr, precisamos do torcedor. O Vitória precisa voltar a ser grande, a ser respeitado. E todos que estão trabalhando no clube hoje têm essa filosofia. Vamos fazer um grande jogo e, com certeza, dar alegria para o torcedor que, com certeza, é o que ele merece”.

O técnico Carlos Amadeu queria fazer um reconhecimento do gramado da Arena, mas não foi possível. Porém, a falta de treino na nova casa não traz um impacto tão negativo, acredita Baraka.

“Você perde um pouquinho de referência, mas o ser humano se adapta fácil. E, no momento em que a gente está, não temos que pensar em campo, temos que pensar em fazer os pontos e nos impor dentro de casa. Essa parte de campo, de atmosfera fora de campo, a gente deixou de lado. Estamos pensando em nós e no Guarani, que é o nosso objetivo maior”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here