Estudante é estuprada durante festa universitária na UEFS

0
89

Uma jovem prestou queixa na Delegacia de Atendimento à Mulher nesta terça-feira, 22, após ser vítima de abuso sexual durante uma festa ocorrida no campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

A vítima informou que ingeriu na festa apenas um copo de suco. “Depois de algum tempo, ela começou a perder a consciência, mas as testemunhas relataram que a viram junto com o abusador, que praticava atos libidinosos. Quando se aproximaram, perceberam que ela estava desacordada. A conduta do suspeito foi reprovada pelas pessoas presentes e ele fugiu.”, relatou a títular da DEAM, Edileuza Suely.

A delegada afirmou que o suposto autor já foi identificado através de fotos e vídeos e que já está providenciando uma audiência para ouvi-lo.  Após realizar o boletim de ocorrência, a vítima passou por um exame de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.  O caso aconteceu no local da Universidade conhecido como ‘Praça do Pôr do Sol’.

Conforme Edileuza Suely, após ser instaurado o inquérito policial, ouvidas as partes e principalmente as testemunhas, será concluído e encaminhado para o Ministério Público. “Os nomes não foram divulgados porque é um crime que expõe muito as pessoas e nós buscamos preservar”, informou.

Nota pública da Administração Central da UEFS

A Administração Central da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) vem a público prestar esclarecimentos acerca da ocorrência registrada envolvendo um caso de abuso sexual, na noite da última sexta-feira (18), dentro do campus universitário. De acordo com o registro, o fato ocorreu na Praça do Pôr do Sol, durante uma atividade cultural de integração entre alunos. A agressão foi praticada por um estudante, fato que a Administração Central repudia categoricamente, por caracterizar-se como conduta de violência contra a mulher, além de ser inaceitável no seio de qualquer comunidade que preza por valores de respeito mútuo e convivência harmoniosa.

Providências já foram adotadas para dar apoio à vítima da agressão, bem como para o registro da ocorrência, o que possibilitará a instauração imediata de mecanismos regimentalmente previstos para apuração dos fatos, responsabilização e punição a quem couber.

Fonte: Atarde On line

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here