INOVAÇÃO É DETERMINANTE PARA O CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO

0
58

Inovar e ser sustentável para continuar sendo competitivo no mercado. Este é um dos grandes desafios do agronegócio. Muitos agricultores e pecuaristas da Bahia já estão neste caminho. Desde os agricultores do Vale do São Francisco, que passaram a usar tecnologias modernas na produção de frutas, aos produtores rurais da Chapada Diamantina, que dominaram novas técnicas para cultivar frutas de clima temperado.

Para o especialista em desenvolvimento industrial da Diretoria de Inovação da Confederação Nacional da Indústria, Rafael Monaco, inovar é um fator crucial para o desenvolvimento do país. “Sem inovação não tem evolução ou crescimento econômico. Não existe condições do país crescer e ser competitivo frente às outras economias se não tivermos investimentos robustos, constantes e maciços em inovação”, afirma Rafael.

Com o objetivo de promover iniciativas empreendedoras, a CNI coordena o fórum de Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI). Desde 2011, o grupo reúne integrantes de universidades, governos e representantes das 300 maiores indústrias do Brasil.
Um dos desafios é aprimorar a eficácia das políticas de inovação existentes, modernizar os financiamentos já disponíveis, e aprimorar os marcos legais que regem a inovação no país.“As leis precisam ser reavaliadas e desburocratizadas. Nós precisamos ter regras claras.

É necessário também um trabalho conjunto entre o setor público e o privado para melhorar o ambiente de inovação no Brasil. “A parceria entre os governos, as academias e a iniciativa privada é essencial para criar condições para as empresas investirem”, acrescenta.

Os especialistas acreditam ainda que a tendência da inovação na chamada Indústria 4.0 pode se reverter em benefícios para toda a sociedade.“Não estamos falando apenas de novas tecnologias, inteligência artificial, big data e internet das coisas. Os projetos de inovação exigem também qualificação da mão-de-obra, investimentos em pesquisas e criação de novos modelos de negócios”, diz.

“Esta inovação vai promover desdobramentos não só na economia, mas na qualidade de vida das pessoas, na alimentação, na saúde, na mobilidade. E é por meio dela que poderemos chegar a soluções que podem gerar ganhos para todo mundo”, completa Rafael.

Hoje,  alguns cases de sucesso no tema de inovação serão apresentados durante o I Fórum de Inovação e Sustentabilidade para a Competitividade, no Senai/Cimatec. O evento é uma realização do jornal CORREIO, Ibama e WWI, com o patrocínio da ABAPA, Fazenda Progresso e Suzano S.A, apoio da Fundação Baía Viva e apoio institucional da FIEB e FAEB/SENAR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here