Justiça determina que Especial de Natal do Porta dos Fundos saia do ar

0
118

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta quarta-feira (8) em decisão liminar (provisória), que a produtora Porta dos Fundos e a Netflix retirem do ar o “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”. Na avaliação do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do TJ-RJ, é preciso agir com cautela a fim de acalmar os ânimos.

“Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida”, destacou o magistrado.

O pedido para que o filme saísse do ar foi feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, que se indignou pelo fato de a produção insinuar que Jesus teve uma experiência homossexual após passar 40 dias no deserto. A solicitação tinha sido negada em primeira instância.

Outros grupos cristãos têm utilizado as redes sociais para criticar a produtora Porta dos Fundos pelo especial de Natal de 2019. As críticas se estenderam à Netflix, por ter colocado no ar uma produção com esse tipo de conteúdo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here