Cliente fica preso em supermercado por mais de 3h, após fazer compras em Salvador

0
18

Um cliente ficou preso dentro do estacionamento de um supermercado na Avenida Mário Leal Ferreira, também conhecida como Av. Bonocô, em Salvador, na noite de terça-feira (31), após fazer compras no local. Ele só conseguiu sair do estabelecimento na madrugada desta quarta-feira (1º), por volta de 1h20.

A situação aconteceu com Carlos Santana, que ficou trancado por cerca de três horas. Ele fez compras no atacadista e saiu do caixa de pagamento por volta das 21h30. Enquanto arrumava as compras no carro, o supermercado fechou.

“Eu cheguei por volta das 19h30. Fiz as minhas compras e deu um valor de aproximadamente R$ 2 mil, está aqui na nota. Eu saí do [caixa do] mercado 21h33 e vim para o estacionamento. Enquanto eu estava arrumando as mercadorias no carro, eles fecharam o mercado. Quando eu desci para ir embora, por volta de 21h50, não consegui sair mais”, contou o cliente.

Carlos mora na Boca do Rio, que fica a cerca de 10 km do supermercado, onde tem o hábito de fazer compras. Ele é garçom e, além das compras para a própria casa, também fez compras para o local onde trabalha. Por causa do volume de mercadorias, o cliente demorou de arrumar o material no carro e só percebeu que estava preso quando tentou sair.

Minutos após a tentativa, as luzes no interior do estabelecimento foram desligadas. Carlos então acionou o alarme de segurança várias vezes, para que funcionários fossem até o supermercado, mas ninguém apareceu.

“Não tem nenhum vigilante, não tem nenhum segurança aqui à noite. Eu, para tentar chamar atenção, fiz com que o alarme do mercado disparasse e mesmo assim não aparece ninguém. Eu estou aqui, nessa escuridão. Aqui, já preocupado, com mercadoria que tem que ser resfriada, mercadoria de geladeira, prestes a estragar”, relatou Carlos em um vídeo publicado nas redes sociais.

Com medo de ser confundido com um ladrão, ele chegou a ligar para a Polícia Militar duas vezes, por meio do 190, mas também não obteve sucesso. O cliente também ligou para um casal de amigos, que até conseguiu acionar uma viatura, mas o problema não foi resolvido.

Sem ter o que fazer para sair do local, Carlos então gravou o vídeo e publicou na internet. A repercussão foi tamanha, que uma supervisora do estabelecimento ficou sabendo do vídeo e mandou um funcionário ir até o local, para retirar o cliente do estabelecimento.

“Estou aqui preso, preso no mercado, nesse constrangimento. Trancado aqui há mais de uma hora. Aqui, o cadeado. Cadeados nas duas portas. Isso é uma falta de respeito ao ser humano. Por que quando eu estava lá efetuando a compra eles não mandaram eu me deslocar? Agora estou aqui, tudo escuro e não consigo ver nada. Apagaram as luzes. Isso é um absurdo”, disse Carlos no vídeo publicado.

Por meio de nota, o supermercado informou apenas que “está averiguando os fatos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here