Crianças afegãs refugiadas morrem após ingerirem cogumelos venenosos na Polônia

0
27

Dois irmãos afegãos, de cinco e seis anos, morreram após comerem cogumelos venenosos na Polônia, para onde tinham conseguido fugir com a família após o Talibã tomar o poder em seu país de origem.

Os meninos e uma irmã de 17 anos ingeriram os cogumelos depois que parentes os coletaram em uma floresta perto de um centro de refugiados em Podkowa Leśna, confundindo com uma popular espécie comestível.

A confusão teria acontecido entre os cogumelos Cicuta verde (Amanita phalloides) e Guarda-sol (Macrolepiota procera).

O menino mais novo morreu na quinta-feira, e o de seis anos chegou a ser submetido a um transplante de fígado, mas sofreu danos cerebrais e seu estado era considerado muito grave. Ele faleceu nesta sexta (3), de acordo com a agência France Presse.

A irmã mais velha reagiu bem ao tratamento e já recebeu alta.

Os irmãos chegaram à Polônia acompanhados dos pais, encaminhados pelo governo do Reino Unido, no mês passado. O pai havia trabalhado para as tropas britânicas que participaram da ocupação do Afeganistão.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, outro incidente semelhante foi registrado recentemente perto de Varsóvia, quando quatro homens adultos, também afegãos, foram hospitalizados após comerem cogumelos venenosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here