É menino! Gabriela Pugliese e Tulio Dek descobrem sexo do primeiro bebê do casal

0
57

A influenciadora baiana Gabriela Pugliese e o rapper Tulio Dek revelaram, na manhã desta terça-feira (17), o sexo do primeiro bebê do casal, que será um menino. A novidade foi divulgada através de um vídeo publicado em uma rede social.

“Nosso anjinho já pode ter nome ! Nunca fiquei tão feliz de ter errado! Tulio feliz que acertou !”

“Estou muito feliz que serei mãe de um menininho. A minha vida inteira, eu tive certeza que teria um filho homem, mas quando fiquei grávida, eu sentia que era menina. Eu nem cogitava ser menino. Eu estou muito feliz”, completou.

No vídeo, é possível ver o momento em que Gabriela e Tulio descobrem que terão um menino. Eles comeram um cupcake, que tem um detalhe azul no recheio. Em seguida, o rapper comemorou porque acertou o sexo do bebê:

“Eu falei que era menino. Vem com Deus, meu filho, estamos te esperando”.

O anúncio da gravidez foi feito no dia 9 de maio, também através de uma rede social. Junto com um breve texto, a baiana publicou um vídeo de cerca de sete minutos, no qual relembrou os tratamentos que fez para engravidar enquanto estava casada com Erasmo Viana. O casal, que trocou alianças em 2017, se separou em fevereiro de 2021.

Gabriela ainda contou que descobriu que estava grávida em março. Além disso, ela contou que a irmã, Marcela, também está à espera do primeiro filho. A influenciadora também revelou que, em certo momento, cogitou ser mãe solo.

É menino! Gabriela Pugliese e Tulio Dek descobrem sexo do primeiro bebê do casal — Foto: Reprodução/Redes Sociais

É menino! Gabriela Pugliese e Tulio Dek descobrem sexo do primeiro bebê do casal — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Diagnóstico de endometriose

Em 11 de maio, a influenciadora digital falou o sobre diagnóstico de endometriose e a gravidez do primeiro filho. A baiana publicou um vídeo em uma rede social onde comentou sobre a dificuldade para engravidar por causa da doença.

A endometriose é uma doença ginecológica que pode ser extremamente incapacitante, causa cólicas menstruais severas, dores abdominais fora do período menstrual, dores nas relações sexuais e sintomas intestinais e urinários. Elá é considerada um problema de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e atinge entre 10 e 12 milhões de brasileiras.

Segundo Gabriela, a trompa esquerda tinha dificuldade depuxar o óvulo para dentro”. O que mais suspreendeu a influenciadora foi o fato de ter engravidado justamente dessa trompa.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here