Consumo de azeite para a saúde: benefícios para todas as idades

0
140

Nutricionista ressalta benefícios e importância do consumo diário do azeite

Consumo diário de azeite de oliva pode trazer inúmeros benefícios à saúde. Por ser um produto rico em polifenóis, por exemplo, possui propriedade anti-inflamatória e antioxidante, capazes de combater radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células, o que auxilia na prevenção de doenças.

Porém, segundo o Conselho Oleícola Internacional (COI), os brasileiros ainda estão muito atrás dos países líderes de consumo desse produto: enquanto no Brasil, o consumo anual é de 0,4 kg de azeite por pessoa, na Grécia o índice atinge 11,5 kg, além de 10,6 kg por pessoa na Espanha e 7,5 kg na Itália. Gregos, espanhóis e italianos são os maiores consumidores per capita de azeite do mundo.  

Especialista em nutrição clínica funcional e hipertrofia e pós-graduanda em saúde da mulher e fertilidade, a nutricionista Mariana Machado é referência em sua área nas redes sociais, onde traz conteúdos relevantes para serem incorporados na rotina de seus seguidores. Sobre os benefícios do azeite para a saúde, a especialista garante que eles se estendem a todas as faixas etárias.

“O azeite pode e deve ser incluído como complemento nas refeições, como também no preparo dos alimentos, refogados e grelhados.” A nutricionista lista algumas das principais vantagens da inclusão desse produto na dieta familiar:

otimiza a saúde cardiovascular: O azeite contribui com bons níveis de colesterol, baixando principalmente os níveis de LDL. “Rico em ácidos graxos monoinsaturados (ômega 9), o consumo do azeite contribui para a redução do colesterol ruim (LDL) e melhora dos níveis de colesterol bom (HDL)”;  

protege o cérebro: benefícios derivados de sua ação antioxidante; melhora a resposta glicêmica: Seu consumo ajuda a prevenir diabetes;auxilia no emagrecimento: Seu consumo aumenta a saciedade e otimiza a digestão dos alimentos, auxiliando a quem deseja perder peso; é excelente para bebês e crianças.

“O azeite de oliva extra virgem possui uma gordura que se assemelha com o leite materno, pela composição com ácido oleico e linoleico, e é fonte de vitamina A, D, E, K. “Dentre tantos outros benefícios, também podemos destacar a contribuição do azeite no desenvolvimento dos pequenos, fortalecimento dos ossos e formação do sistema nervoso”, ressalta a especialista.

A escolha de um produto de qualidade De acordo com a nutricionista, para escolher um bom azeite, é preciso ler os rótulos e se atentar aos seguintes fatores:  

– ongredientes de fabricação: Na lista de ingredientes, deve haver somente azeitonas. “Evite os que têm adição de soja, girassol, etc.”;  

– data de fabricação, e não de validade: “Diferentemente dos vinhos, quanto mais recente for a produção do azeite de oliva, melhor! O ideal é adquirir um azeite com no máximo 12 meses da sua data de fabricação, pois quanto mais velho, menores são os níveis de antioxidantes”, destaca Mariana;  

– acidez e nível de peróxidos: De acordo com a legislação da União Europeia, o azeite de oliva extra virgem tem que apresentar uma acidez livre, expressa em ácido oleico, de até 0,8g. “Quanto menor a acidez, melhor o azeite. Os números recomendados de acidez são de igual ou menor que 0,5%, e peróxidos menor ou igual a 20mEq/kg”, ressalta a especialista;

– garrafa de vidro escuro: A luz prejudica as qualidades do azeite, portanto o armazenamento não deve ser em plástico, nem em metal. “Uma boa dica é sempre escolher o azeite que está no fundo da prateleira, longe da luz.”  

Optar por um azeite que esteja dentro das classificações recomendadas garante ao consumidor o aproveitamento integral dos seus benefícios no consumo. Para quem almeja uma vida mais saudável e está em dúvida de qual opção escolher, dentre os produtos com valores acessíveis e disponíveis no Brasil, Mariana Machado destaca a alta qualidade dos azeites Filippo Berio.

“Desde o tipo e seleção das azeitonas, envasamento, acidez de até 0,5g, até a composição 100% pura, os produtos da marca Filippo Berio possuem todas as características essenciais de um azeite de excelência”, explica.  

De origem italiana, a Filippo Berio é líder absoluta no Reino Unido, com mais de 25% do mercado de azeites, e desfruta de uma posição de destaque nos Estados Unidos, Rússia e Suíça. Atualmente, está comprometida com as necessidades dos consumidores do Brasil, onde possui potencial incomparável para se tornar a escolha preferida dos amantes da gastronomia e da saúde. A Filippo Berio possui escritório desde 2020 no Brasil e já tem o maior o desempenho no país, registrando um crescimento de 115%.  

Porém, se engana quem acredita receber os mesmos benefícios ao comprar marcas inferiores, de qualidade e procedimentos duvidosos. “Além de não estarem totalmente de acordo com as recomendações de qualidade, um azeite com misturas de óleos não será 100% puro. Quando armazenados em embalagens que não condizem com a manutenção de suas propriedades nutricionais, geram perda de nutrientes e resultam em uma qualidade nutricional diminuída”, ressalta a especialista.  

Fonte: bnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here