Quem era a empregada doméstica que morreu ao cair no poço do elevador na Pituba

0
78

A empregada doméstica, identificada como Juliane Lima Gonçalves, será sepultada nesta terça-feira (19)

A mulher de 29 anos que morreu na segunda-feira (18), ao cair do quarto andar no poço de um elevador em um prédio localizado na Rua Vereador Maltez Leone, no bairro da Pituba, em Salvador, era empregada doméstica e estava em seu primeiro dia de serviço. Juliane Lima Gonçalves já havia trabalhado no mesmo local em julho deste ano, mas foi chamada mais uma vez para prestar serviços.

A vítima trabalharia na residência pelas próximas duas semanas, cuidando da casa e das crianças. Suspeita-se que, ao finalizar o expediente, a empregada doméstica tenha solicitado o elevador sem perceber que, embora a porta de segurança estivesse aberta, o equipamento de transporte não estava posicionado no andar.

“Ela chamou o elevador, mas não viu que o elevador tinha descido, quando ela abriu a porta do elevador, botou o pé e caiu dentro do poço, ela não viu se o elevador estava no mesmo andar. Não prestou atenção, botou o pé e caiu. Ela estava viva, falando e tudo, mas quando a levaram [equipe médica], foi que ela morreu. Fiquei chocada com essa situação, isso nunca aconteceu antes”, contou uma funcionária do prédio em entrevista à Record Bahia.

A empregada doméstica era mãe de um garoto de 12 anos. Seu corpo será sepultado nesta terça-feira (19) em sua cidade natal, São Félix, no Recôncavo Baiano. O Ministério Público do Trabalho (MPT) afirma ter conhecimento sobre o caso, mas, até o momento, não se posicionou.

Fonte: bnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here