BNews Gastrô: Nutricionista oferece orientações sobre como elaborar um cardápio mais saudável para as festividades de fim de ano

0
164

Pratos tradicionais da ceia natalina, como salpicão e farofa, podem se tornar mais funcionais com algumas modificações e receitas saudáveis

Com a chegada da temporada festiva, marcada por confraternizações entre amigos, celebrações de Natal e Ano Novo, surge a necessidade de planejar um cardápio que una sabor e equilíbrio. Contrariando a crença comum, é possível criar opções deliciosas e saudáveis, conforme destaca Gabriela dos Santos Vilasboas, nutricionista e docente do curso de Nutrição no Centro Universitário UniFG.

A especialista enfatiza que, com criatividade, é viável desfrutar dos momentos festivos sem abrir mão da saúde. “As pessoas podem optar por preparações como snacks de grão de bico e especiarias, legumes em palitos crocantes, patê de cenoura ou abacate, além de uma salada colorida e refrescante com manga, pepino, salsinha, tomate e hortaliças como alternativas de entradas”, sugere Vilasboas.

Ela compartilha também estratégias para tornar mais saudáveis pratos tradicionais das ceias, como salpicão e farofa. “Substitua o creme de leite ou maionese por creme de inhame, iogurte natural, patê de ricota, por exemplo. Use sementes e suas farinhas para preparar a farofa, explorando opções como sementes de abóbora, linhaça, girassol e gergelim. Se a farinha de mandioca faz falta, combine-a com outras farinhas na proporção de 50% – 50%”, aconselha.

A especialista alerta ainda para a importância da escolha cuidadosa das aves para as festas, destacando que, embora sejam mais leves, é fundamental atentar-se à qualidade. “Promoções são atrativas, mas é crucial observar a validade, temperatura e integridade da embalagem. Embalagens violadas podem ser veículos de microrganismos. Uma carne descongelada pode agilizar o processo, mas sinaliza descuido no armazenamento e risco de contaminação”, alerta Vilasboas.

Em relação às bebidas alcoólicas, a nutricionista orienta sobre alternativas para reduzir o consumo. “Substitua o álcool por versões não alcoólicas de cervejas, vinhos e espumantes, ou opte por sucos integrais, água saborizada e gaseificada, drinks refrescantes sem álcool e Sobolo (bebida feita com hibisco, abacaxi e gengibre)”, aconselha.

A docente da UniFG conclui ressaltando que, independente dos alimentos ou bebidas servidos, é crucial que cada indivíduo esteja atento às necessidades do seu corpo, buscando compreender os sinais de fome e saciedade. “Quanto mais consciente você estiver, menor será a chance de excessos. Aproveite o clima de celebração para agradecer as amizades, conquistas e a família, mas também reconheça a oportunidade de escolher o cardápio num país onde mais de 33 milhões de pessoas enfrentam incertezas quanto à alimentação semanal”, conclui a especialista.

Fonte: bnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here