Ataque em igreja ganha configuração de ato terrorista:

0
78

O ataque gerado por um homem em uma igreja, que atingiu o líder religioso durante uma missa, deixou a polícia da Austrália com os holofotes direcionados a essa investigação. Nesse sentido, a corporação anunciou nesta terça-feira (16) que o ataque a faca na igreja de Sydney foi um ato terrorista com motivação religiosa.

Pelo menos quatro pessoas morreram no ataque, ocorrido nesta segunda-feira (15), como o próprio bispo, identificado como Mar Mari Emmanuel. Na ocasião, um jovem de 16 anos foi detido por cristãos e colocado sob custódia policial.

O suspeito do ataque era conhecido da polícia, porém não estava em nenhuma lista de vigilância terrorista, informaram as autoridades.

Segundo o chefe da principal agência de espionagem da Austrália, Mike Burgess, o suspeito parece ter agido por conta própria. “Neste ponto, parece que foram ações de um indivíduo”, enfatizou o chefe da Organização Australiana de Inteligência de Segurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here