Os 12 crimes que chocaram a Bahia em 2023

0
80

Os 12 crimes foram escolhidos com base na audiência; confira na sequência de janeiro a dezembro

Era um dia ensolarado, e duas crianças, uma com sete e a outra com dez anos, estavam na companhia do pai e outros familiares em uma praia no bairro de Itapuã, em Salvador. As garotas se perderam em meio à faixa de areia lotada, mas ao retornar para a barraca onde estavam seus parentes, foram surpreendidas pela fúria do genitor.

O homem, residente na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km da capital baiana, perdeu o controle e agrediu as pequenas com uma sequência de chineladas, chegando a arremessar uma delas no chão. As agressões foram registradas e compartilhadas nas redes sociais. Personalidades como a cantora Ludmilla e a atriz Bruna Marquezine expressaram indignação diante das cenas de maus tratos.

O agressor foi investigado pela Polícia Civil e chegou a gravar um vídeo chorando, alegando estar recebendo ameaças de morte. Ele também afirmou estar arrependido, reconhecendo que “errou e ultrapassou os limites”.

Maria Neuza do Nascimento, de 55 anos, era proprietária de um bar na zona rural de Jeremoabo, no norte da Bahia. No dia em que foi assassinada, ela cobrou uma suposta dívida de um cliente chamado Antônio Marcos de Santana, que tinha o hábito de consumir bebidas alcoólicas e deixar a conta em aberto no estabelecimento.

Ao receber R$ 25 de Antônio Marcos e recusar-se a dar o troco, alegando que o valor seria utilizado para quitar uma conta pendente, Maria Neuza foi atacada na barriga com uma faca.

Uma amiga da vítima que estava no bar durante a discussão registrou o momento em que Maria Neuza foi ferida. A proprietária do negócio foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para um hospital em Paulo Afonso, mas não resistiu. Antônio Marcos foi preso.

Março – Sequestro do Pix

O modelo Marcos Augusto foi encontrado morto na Estrada das Pedreiras, no bairro de Cassange, em Salvador, após ter sido sequestrado em Piatã, também na capital baiana. A suspeita da polícia é de que a vítima tenha se recusado a efetuar transferências via Pix para os criminosos.

No momento do sequestro, Marcos Augusto estava na companhia da filha do vereador Joceval Rodrigues (Cidadania). Em uma entrevista a uma emissora de TV local, o edil confirmou que sua filha estava conversando com o modelo em frente ao condomínio onde mora, quando os dois foram abordados pelos sequestradores.

modelo morto piatã
O modelo, de 26 anos, teria se recusado a fazer transferências via Pix para os sequestradores (Reprodução/Redes sociais)

A filha do vereador foi solta com vida na Boca da Mata, mesmo bairro onde o carro de Marcos Augusto foi localizado. No entanto, o corpo dele foi encontrado em Cassange com marcas de tiros.

Antônio de Amorim Assis Filho, 37 anos, conhecido como Anthony Amorim, estava em sua residência na Boa Vista de São Caetano quando foi alvo de um ataque a tiros realizado por traficantes do bairro de Salvador. Os criminosos teriam se irritado com o fato de a vítima ter discutido com a esposa, que, durante o tumulto, pediu ajuda.

Os agressores, que passavam nas proximidades, ouviram os gritos, pularam o muro da propriedade e dispararam contra o blogueiro. Seu irmão, que reside em uma casa ao lado, ouviu os tiros e, ao chegar à residência, foi atingido por três disparos, na perna, punho e ombro, mas conseguiu sobreviver.

O blogueiro foi assassinado a tiros na Rua Angélica Rocha, bairro da Boa Vista de São Caetano (Reprodução/Instagram)

Anthony Amorim contava com mais de 50 mil seguidores no Instagram, onde compartilhava sua rotina e publicações sobre suas viagens. Ele já havia morado na Europa e estava vivendo em Salvador há aproximadamente um ano.

Maio – Morte de PM

Gleidson Santos de Carvalho, 33 anos, do Batalhão da Polícia de Choque, foi morto a tiros durante um assalto em sua loja de celulares no Parque Bela Vista, em Salvador. Uma câmera de segurança registrou o momento em que os assaltantes entraram no estabelecimento e abordaram Gleidson.

Na tentativa de desarmar um dos criminosos, ele foi atingido. O policial militar foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

Os assaltantes fugiram do local com aparelhos celulares e a arma da vítima. Posteriormente, foram mortos em confronto com policiais militares, que iniciaram uma verdadeira caçada aos suspeitos.

Junho – Ceia mortal

Kelly Mendes Barreto envenenou o marido e os dois filhos em sua residência em Ilhéus, no sul da Bahia. A mulher chegou a gravar um vídeo do esposo, Marcos Paulo Mendes Santos, agonizando no sofá, já sentindo os efeitos do envenenamento.

Insatisfeita, a suspeita também tirou fotos dos filhos já sem vida ao lado pai. Os pequenos foram identificados como Benjamyn Kleyton Mendes Barreto Santos, de 4 anos, e Rosymary Mendes Barreto Santos, de 1 ano e 7 meses.

Kelly fugiu após o crime, mas foi localizada na residência de familiares na zona rural de Uruçuca, também na região sul. Em seu depoimento, ela admitiu ter envenenado o marido, mas afirmou que as crianças tinham ingerido a mesma refeição do pai por “acidente”.

Julho – Cigana Hynara Flor

A jovem cigana Hyara Flor Santos Alves, de 14 anos, estava recentemente casada com um adolescente também de 14 anos, pertencente à comunidade cigana, quando foi atingida por um tiro na casa dos seus sogros, na cidade de Guaratinga, no sul da Bahia. Infelizmente, ela não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital.


Inicialmente, o marido da vítima foi apontado como o principal suspeito do crime. Tanto ele quanto seu pai fugiram juntos, mas foram localizados na casa de familiares no Espírito Santo. O adolescente foi apreendido, entretanto, a Polícia Civil concluiu que o disparo foi efetuado pelo irmão dele, de apenas 9 anos, que também é cunhado da cigana, durante uma “brincadeira”.

cigana
Marido da cigana, também de 14 anos, foi apontado como responsável pelo disparo fatal (Reprodução/Redes sociais)


A investigação inicial sugeria que o crime teria ocorrido como uma forma de vingança devido a um relacionamento extraconjugal entre a mãe do adolescente e o tio da vítima.

Agosto – Chacina 

Um bebê de apenas um mês, identificado como Bryan Cerqueira Galvão, que estava nos braços do pai, Bruno Roberto Galvão Ribeiro, 25 anos, morreu após ser atingido por disparos de arma de fogo na localidade conhecida como Quilombo, nas proximidades da praia de Tubarão, no bairro de Paripe, em Salvador. O pai também não resistiu.

Além deles, também morreram dois amigos da família. Testemunhas relataram que o grupo estava aproveitando um dia de sol quando foi surpreendido por dois homens que chegaram ao local do crime em um carro de cor branca.

bbeê
O bebê foi atingido enquanto estava no colo do pai, que também foi morto (Reprodução/Redes sociais)

O pai e a mãe de Bryan estavam juntos há três anos, e a chegada do pequeno foi planejada pelo casal. As outras duas vítimas foram identificadas como Joilson de Souza Silva, de 36 anos, e Jonas Santos de Oliveira, de 28 anos.

Setembro – PF morto

O policial federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, de 42 anos, morreu durante uma operação no bairro de Valéria, em Salvador. Ele foi atingido durante uma troca de tiros com um grupo composto por cerca de 40 traficantes que se preparavam para atacar uma facção rival.

operação
O policial chegou a ser levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu (Divulgação/SSP-BA)


Além de Caribé, também ficaram feridos o policial civil Vockton Carvalho e a policial federal Hosannah Carneiro, mas ambos sobreviveram. O agente da PF era natural de Salvador, casado, não tinha filhos e estava lotado no Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Bahia.

Outubro – Morando com o inimigo

Sara Mariano foi brutalmente assassinada com golpes de faca e teve seu corpo carbonizado nas margens da rodovia BA-093, em Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Antes do cadáver ser descoberto, seu marido, Ederlan Santos Mariano, fez um apelo pelo desaparecimento dela diante das câmeras de TV locais, mas foi posteriormente revelado que ele estava envolvido no crime.


Conforme a denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Ederlan, o cantor gospel Weslen Pablo Correia de Jesus, conhecido como Bispo Zadoque, o motorista Gideão Duarte de Lima e o ajudante de obras Victor Gabriel Oliveira Neves são réus confessos.

sara
Sara Mariano era casada com Ederlan há cerca de 20 anos; ele cuidava da carreira da esposa (Reprodução/Redes sociais)


Segundo o MP, o crime foi premeditado pelos suspeitos para se apropriar da imagem pública da pastora. Eles planejaram utilizar toda a estrutura já estabelecida em torno dela para impulsionar a carreira de cantor de um dos criminosos.


A denúncia do órgão ainda esclarece que o assassinato, cometido por Zadoque, Victor e Gideão sob as ordens de Ederlan, visava “apropriar-se da imagem pública de Sara Mariano, utilizando toda a estrutura já montada em torno dela para lançar a carreira de Victor, beneficiando todos os envolvidos no futuro”.

Novembro – Dentista Lucas Maia

O dentista Lucas Maia de Oliveira, de 36 anos, foi assassinado em seu apartamento de luxo no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, por um homem identificado como Patrick Pereira Pinho, de 22 anos. Segundo informações da Polícia Civil, os dois haviam se conhecido aproximadamente um mês antes, e o suspeito desempenhava o papel de uma “espécie de intermediário” entre Lucas e traficantes, pois a vítima era suspeita de ser usuária de drogas.

lucas maia
Lucas era natural de Santo Antônio de Jesus e morava em Salvador há 20 anos (Reprodução/Redes sociais)


Conforme relato da Polícia Civil, baseado no depoimento do suspeito, Lucas foi morto devido a uma dívida de R$ 100 que ele teria contraído com Patrick pelo “serviço”. Após assassinar o dentista por asfixia, o criminoso fugiu utilizando o carro da vítima e foi detido em sua residência, onde tentou se esconder debaixo de uma pia para evitar ser descoberto.

Dezembro – Decapitação

A cabeça de um homem foi encontrada fincada em uma grade de metal de um imóvel localizado na Rua Djalma Sanches, em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de São Marcos, em Salvador.

cabeça
A vítima foi identificada como Jacó São Pedro (Reprodução/Goolge Maps)

Acredita-se que o crime tenha relação com a disputa pelo tráfico de drogas na região. O corpo da vítima foi localizado por uma equipe de investigação do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) em um local de desova em Canabrava. Uma tatuagem que Jacó tinha no braço ajudou na identificação.

Fonte: bnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here